Você e a sua barraca: conheça 3 lugares para acampar e não gastar (quase) nada



Nada melhor que aproveitar um final de semana ou feriado prolongado para conhecer um lugar calmo, com praias e cachoeiras, repleto de trilhas e com muita natureza, não é mesmo? Se você concorda com essa afirmação, saiba que para experimentar tudo isso não é preciso sair de São Paulo e muito menos ir para muito longe da capital. Duvida? Então confira abaixo 3 lugares bem próximos para acampar sem gastar rios de dinheiro.

Parque Vale das Pedras – Socorro


Socorro, aos pés da Serra da Mantiqueira, dá pra curtir o com a natureza a apenas 140 km da capital paulista. Essa escapada é uma ótima alternativa, tanto para quem procura calmaria, quanto para aqueles que adoram esportes radicais, já que a cidade tem inúmeras trilhas e cachoeiras. O Parque Vale das Pedras, por exemplo, conta com cachoeiras preparadas para visitação e trilhas ecológicas em matas preservadas. Onde ficar Para aproveitar bem as belezas da região, vale se hospedar no próprio camping do parque, o BM Adventure, que conta com luz e tomada de energia individual por barraca, um quiosque com pia e mesa de uso comunitário, além de vestiários com chuveiros quentes. A diária custa R$40. Dica: se você sonha em acampar, mas não tem barraca, eles alugam barraca, colchonetes e todos os materiais necessários para você! Onde comer Todo campista sabe que a melhor forma de economizar é levar a própria comida, no entanto, vale a pena conhecer os restaurantes da região. Uma boa opção é o restaurante do parque, que leva o nome de Rancho de Pedra.  O café da manhã custa R$10 e o almoço não saí por mais de R$20 por pessoa. O que fazer O parque oferece atividades para todos os gostos e bolsos. Tem trilha (que vai de R$ 5 a R$15), tirolesa (de R$15 a R$50), arvorismo (R$35), arco e flecha (R$20), paintball (R$30) e até rapel (R$75). Como chegar Da capital paulista até o Parque Vale das Pedras são quase três horas de viagem e a melhor forma de chegar é de carro. É importante separar uns trocados para o trajeto, pois o caminho conta com um pedágio na BR-381, que custa R$2,10.


Cabreúva


Lago do camping Cabreúva, onde é possível andar de pedalinhos. Foto: Facebook oficialLocalizada a 90 km da capital paulista, a cidade de Cabreúva é calma e rodeada de uma grande área de preservação natural, onde é possível aproveitar trilhas e cachoeiras. Na região é praticado tanto o ecoturismo, quanto o turismo voltado à esportes de aventura. Onde ficar À 12 km da cidade fica o Camping Cabreúva. Ele conta com postes de iluminação, pia lavatória, estacionamento, além de banheiros com chuveiros aquecidos. A diária custa R$70 por pessoa. Onde comer O camping conta com um restaurante e 5 lanchonetes terceirizadas. É importante levar dinheiro, pois nenhuma das opções passa cartão. O que fazer Assim como o Parque Vale das Pedras, o Camping Cabreúva também tem diversas atividades. Mas o diferencial é o valor: todas as opções custam R$10. Tem tirolesa, escalada, arco e flecha, rapel e caiaque. Além disso, o espaço conta com parque infantil, piscinas, trenzinho, cachoeira com piscina natural, cinco trilhas no meio da mata atlântica – sendo quatro sem supervisão e uma que exige o acompanhamento de um monitor – e uma concha aquática. Como chegar Para quem vai de carro, o camping fica a menos de duas horas da capital paulista. É importante separar uma quantia para o pedágio, que custa R$4,10. De acordo com o site do camping também é possível ir e ônibus. Basta pegar um ônibus da Viação Vale do Tietê, linha São Paulo-Itu – a passagem custa R$25 –, descer na rodoviária de Itu e pegar um ônibus, também da Viação Vale do Tietê, sentido Jundiaí. Nessa parte do trajeto é necessário comprar a passagem até Pinhal – que custa R$8,90. Por fim é só avisar o motorista para descer na Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto e andar cerca de 800 metros até o camping.

Cachoeira do Saltão – Brotas


A cachoeira do Saltão tem uma queda de 75 metros de altura. Foto: Site oficialA região da cidade de Brotas é muito conhecida por ser o destino certo para quem procura experiências de ecoturismo, já que conta com cachoeiras e trilhas de tirar o fôlego. Como a Cachoeira do Saltão (da foto) que fica a três horas da capital paulista. Onde ficar O Camping do Saltão é uma ótima opção para quem deseja conhecer essa cachoeira. O espaço conta com 80 quiosques, 102 churrasqueiras, duas piscinas, estacionamento exclusivo, 250 pontos de energia, mercadinho, além de vestiários femininos e masculinos que contam com 25 chuveiros aquecidos. A diária custa R$45. Onde comer Além de ser possível preparar um belo churrasco, o camping conta com um restaurante de ambiente rústico, que oferece pratos regionais. Ele cobra R$18 pelo café da manhã completo. Já o almoço é self-service e custa R$4,50 a cada 100 gramas. O que fazer São três cachoeiras para visitar: a do Saltão, que dá nome ao camping; do Monjolinho, que tem 12 metros de altura e é de fácil acesso e a da ferradura, que tem 47 metros de altura e exige um pouco mais de esforço. O day use com as três cachoeiras custa R$20. Como chegar Da cidade de São Paulo até o Camping do Saltão são aproximadamente três horas de viagem. É possível encontrar pedágio em três rodovias no caminho: a SP-348 (R$5,90 a R$8,90), a SP-310 (R$8,40) e SP-225 (R$7,10).

Tem mais dicas aqui:



Screenshot_1.png

Conheça o Brasil

 

Viu ? São muitas as opções para você e sua família viajarem fugindo das praias do nordeste, nós separamos somente seis, mas o Brasil é enorme, tem 5 570 municípios e o distrito federal, e com certeza, todos tem uma experiência diferente e única que você só vive por aqui. Gostou das opções? Não? Impossível! Mas caso não tenha gostado, entre em contato conosco que podemos sugerir outros destinos tão incríveis como esses.

 

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS PROMOÇÕES PARA CONHECER O BRASIL!

Rua São Tomé, 262

Campinas, SP 13068-405

contato@novoturismo.com.br

© 2020 por Novo Turismo.

Orgulhosamente criado com Super 8 - MD

Assine a nossa newsletter