top of page

Viagem ao Japão: Melhores épocas para visitar Tóquio ao longo do ano



Tóquio é um destino fantástico durante todo o ano e quase sempre acontece um evento único ou fenômeno sazonal. A melhor época para visitar Tóquio dependerá principalmente do que você deseja ver e fazer. Talvez você sempre quis ver as cerejeiras em flor no Parque de Ueno ou contemplar a bela iluminação de final de ano em Tokyo Midtown. Se você está planejando uma viagem para Tóquio, leia este guia para decidir a melhor época para visitar diferentes eventos e atividades que possam ser interessantes para você.


1. Final de março a começo de abril para ver as cerejeira em flor, em Tóquio

Provavelmente o evento natural pelo qual o Japão é mais conhecido, o desabrochar das flores de cerejeira – sakura, em japonês – significa a chegada do clima mais quente. A flor de cerejeira é um símbolo de beleza, vitalidade e renovação, e é celebrada nas artes e nas músicas tradicionais japonesas há séculos. Por um breve período, a cada primavera, os inúmeros parques, jardins, santuários e templos de Tóquio são inundados por delicados tons de rosa. As flores de cerejeira atingem plena floração apenas uma semana depois de começarem a abrir, e a maioria cai das árvores apenas uma semana depois.

A temporada de cerejeiras em flor em Tóquio geralmente ocorre durante a última semana de março ou a primeira semana de abril. Esta é também a época ideal em Tóquio com relação às condições meteorológicas. Quando as flores desabrocham, moradores e visitantes se envolvem em um passatempo conhecido como “hanami”, que se traduz em “contemplar as flores”. As pessoas são incentivadas a se livrar do marasmo do inverno e sair para passear ou fazer piqueniques sob as cerejeiras. Mesmo as movimentadas ruas de Tóquio entram no clima com vendedores oferecendo guloseimas como doces com sabor de flor de cerejeira e enfeites, como flores de cerejeira de plástico.

Um dos melhores e mais populares lugares em Tóquio para apreciar as flores de cerejeira é o Parque de Ueno, que conta com mais de 1.000 cerejeiras. As árvores são iluminadas quando escurece para que você também possa apreciar as flores à noite. O Parque Shinjuku Gyoen é outro ótimo parque para contemplar as flores de cerejeira, e está a apenas 10 minutos a pé da Estação de Shinjuku. Neste parque, você encontrará uma mistura única de árvores que florescem cedo e tardiamente. Outros pontos principais para o hanami em Tóquio incluem o Parque de Asukayama, o Parque de Sumida e o Parque de Arisugawa.




2. Maio ou junho para o festival Kanda Matsuri ou Sanno Matsuri

O Kanda Matsuri e o Sanno Matsuri são dois dos mais populares e importantes festivais xintoístas em Tóquio. O interessante desses festivais é que eles acontecem em anos alternados. O Kanda Matsuri ocorre todos os anos ímpares, em maio, enquanto o Sanno Matsuri ocorre todos os anos pares, em meados de junho. Ambos os festivais começaram no século XVII durante o período Edo e começaram originalmente como celebrações políticas. As semanas do festival são as melhores épocas para visitar Tóquio, se você quiser experimentar a rica cultura e história da cidade.

O Kanda Matsuri foi realizado pela primeira vez como uma comemoração da vitória militar de Tokugawa Ieyasu, o primeiro shogun do Japão, e continuou como uma demonstração da prosperidade do shogunato. Hoje, o Kanda Matsuri também é realizado em homenagem ao espírito que reside no Santuário Kanda, que serve como o principal centro do festival. Um dos principais destaques do Festival Kanda é uma grande procissão de um dia com mais de 200 santuários portáteis, conhecidos como mikoshi. Há uma variedade de festividades e eventos adicionais que são realizados durante o período desse festival de uma semana.

O Sanno Matsuri também é um festival de uma semana com um desfile de dia inteiro. O desfile começa e termina no Santuário Hie, que é o principal local das atividades e celebrações do festival. O santuário é dedicado à divindade guardiã de Tóquio e acredita-se ser mais antigo que a própria cidade. Durante o xogunato de Tokugawa, a família Tokugawa associou-se ao Santuário de Hie. O festival Sanno Matsuri foi criado para celebrar a família Tokugawa e o novo centro político do Japão, Edo (o antigo nome de Tóquio).




3. Final de julho a agosto para as queimas de fogos de verão, em Tóquio

Um dos pontos altos de visitar Tóquio durante o verão é conhecer a extravagante temporada de queima de fogos de artifício da cidade. A temporada começa no final de julho e dura todo o mês de agosto. Os fogos de artifício são populares no Japão há séculos, o que significa que Tóquio realmente sabe como fazer um show de fogos de artifício. Há um grande número de fogos de artifício utilizados durante os vários festivais de queima de fogos que acontecem ao redor Tóquio a cada verão. Os fogos de artifício usados vêm em uma ampla variedade de cores, formas e tamanhos, contribuindo sempre para um show emocionante.

Se você quer visitar Tóquio no verão, a temporada de fogos de artifício é definitivamente um momento perfeito. Você pode passar uma boa parte dos seus dias no interior para escapar do calor e da umidade, mas a noite sempre traz um clima ameno e agradável para assistir a alguns dos espetaculares fogos de artifício. O maior evento de fogos de artifício do verão é o Festival de Fogos de Artifício Sumidagawa (também conhecido Festival de Fogos de Artifício do Rio Sumida) em Asakusa. Mais de um milhão de pessoas se reúnem ao longo do Rio Sumida para assistir a mais de 20.000 fogos de artifício. Para ter o melhor ponto de vista, você pode alugar um barco e remar ao longo do rio.

Para ter uma ótima experiência nesses festivais de fogos de artifício como um todo, você deve chegar cedo para poder encontrar um bom lugar. Traga uma manta de piquenique, além de algumas bebidas e lanches, para que você possa assistir aos fogos com conforto. Se você estiver interessado em um festival específico, considere reservar um quarto de hotel nas proximidades para poder assistir pela janela. Para saber ainda mais sobre a história dos fogos de artifício em Tóquio, você também pode visitar o Ryogoku Fireworks Museum, que fica a apenas a cinco minutos a pé da Estação de Ryogoku.



4. Final de outubro para o Halloween de Tóquio

A celebração de Halloween não costumava ser muito grande em Tóquio. Geralmente, não havia muitas atividades a menos que você visitasse bares e clubes locais. Hoje, o Halloween é um dos melhores momentos para visitar a cidade. Tornou-se um evento extremamente popular, com celebrações começando bem antes de 31 de outubro. Na verdade, você pode encontrar eventos e atividades de Halloween ao redor de Tóquio durante todo o mês. As decorações e guloseimas de Halloween começam a aparecer nas lojas de toda a cidade já em setembro, antecipando as festividades. Tóquio inteira parece ganhar vida para celebrar este feriado assustador.

A prática norte-americana de doces ou travessuras não é muito comum em Tóquio. Mesmo que existam muitos eventos para crianças e famílias, o Halloween em Tóquio é amplamente comemorado por adolescentes e jovens adultos que vestem fanstasias extravagantes e participam de grandes festas de rua. A maior dessas festas de rua é realizada em Shibuya no mundialmente famoso Cruzamento de Shibuya, que é fechado para o tráfego de veículos no Halloween e para várias noites que antecedem a festa. Milhares de pessoas vão à festa. A Parada de Halloween de Kawasaki, que é um dos mais antigos e melhores eventos de Halloween em Tóquio, também é imperdível para os fãs do Halloween.

Se você está procurando um evento mais voltado para famílias e crianças, não deixe de conferir a Parada de Halloween de Roppongi. Após o desfile de fantasias de fantasmas e personagens de mangá e animê, doces são entregues às crianças. A Disney deTóquio e a Tóquio DisneySea também oferecem uma variedade de eventos de Halloween para as famílias, e os visitantes podem ir fantasiados. Na verdade, a Disney de Tóquio realiza eventos de Halloween desde 1997 e teve um grande papel na popularização do feriado.


5. Novembro para os diversos Festivais do Crisântemo em Tóquio

A temporada das cerejeiras em flor não é o único momento em que Tóquio é enfeitada por flores. Novembro traz consigo as belas flores de crisântemo. O crisântemo tem um significado cultural e histórico importante para Tóquio. O crisântemo é, na verdade, a flor nacional do Japão e aparece no Selo Imperial do Japão. O trono do Imperador do Japão é conhecido como Trono do Crisântemo. Cultivar flores de crisântemo para fins ornamentais também é uma grande parte da cultura japonesa tradicional. Festivais de crisântemo são realizados em muitos templos grandes e santuários em toda Tóquio.

Os três melhores lugares para ver os crisântemos são o Santuário Meiji, o Templo Sensoji e o Santuário Yushima Tenjin. O Santuário Meiji está situado no coração de um exuberante parque em Shibuya, tornando-o um ótimo lugar para passear e desfrutar do clima fresco do outono. O Templo Sensoji, em Asakusa, é o templo mais antigo de Tóquio e abriga uma variedade impressionante de crisântemos, proporcionando uma verdadeira festa de cores, tamanhos e formas para você contemplar. O Santuário Yushima Tenjin, que é dedicado à divindade da aprendizagem, está localizado em Bunkyo e conta com cerca de 2.000 plantas de crisântemo diferentes. Os três valem muito a pena visitar, e todos são uma ótima opção se você tiver tempo para apenas uma parada para admirar os crisântemos.




6. Final de novembro a começo de dezembro para ver as folhagens de outono em TÓQUIO

O final do outono é a melhor época para visitar Tóquio se você está à procura de clima ameno e belas paisagens. Depois das cerejeiras em flor, as folhagens de outono em Tóquio são, provavelmente, o evento sazonal mais conhecido da cidade, que têm inspirado gerações de artistas e poetas de Tóquio. Você vai se surpreender quando as folhas começarem a mudar de cor e a tingir a paisagem urbana com uma mistura espetacular de amarelo, laranja e vermelho. Outro bônus para visitar Tóquio durante novembro e dezembro é que a cidade tende a ter menos turistas e os preços dos hotéis diminuem nessa época do ano.

Assim como acontece quando as flores de cerejeira e crisântemo desabrocham, os moradores planejam caminhadas para contemplar a mudança de cor das folhas de árvores como Gingko e Bordo, em Tóquio. A atividade de contemplar as folhas caídas e procurar as mais bonitas é conhecida como momijigari, que significa “caça às folhas vermelhas”. Momijigari é uma atividade popular entre os japoneses desde o período Heian. Hoje, a atividade é combinada com deliciosos doces de outono.

Um bom local para os visitantes verem as folhagens de outono em Tóquio é o Parque Hibiya-koen, próximo à Estação de Tóquio. Este pequeno parque perto do Palácio Imperial tem uma grande variedade de árvores que refletem muitas das deslumbrantes cores do outono que você pode encontrar por toda a cidade. O Jardim Rikugien, do período Edo, em Bunkyo, também é um dos locais mais populares para observação de folhas. É especialmente agradável à noite, quando as árvores estão iluminadas. Outros pontos principais de momijigari incluem o Parque Shinjuku Gyoen e o Jardim Koishikawa Korakuen.



7. Iluminação de fim de ano em Tóquio

As noites de inverno em Tóquio podem ser escuras e frias, mas a iluminação especial de final de ano com milhares de luzes coloridas deixam Tóquio deslumbrante. Essas luzes estão presentes em toda a cidade, pois diferentes áreas competem para ter a melhor iluminação, e são realmente espetaculares. Multidões são atraídas para as ruas durante a iluminação de Tóquio para apreciar as paisagens com seus amigos e entes queridos, criando uma atmosfera festiva. Não se intimide com o clima frio. Vista uma jaqueta quente, um gorro e um cachecol e aproveite este maravilhoso destino de inverno. Não há melhor maneira de experimentar os encantos de inverno de Tóquio. Prédios, árvores e até pontos de referência como a Torre de Tóquio são iluminados com luzes LED e projeções.

Uma das melhores iluminações de Tóquio durante este festival de inverno é a iluminação da Marunouchi Naka-dori, que você pode apreciar enquanto passeia por uma rua repleta de cafés e lojas sofisticadas. Outra iluminação popular é a Carretta Shiodome em frente ao centro comercial Shiodome, que recebe mais de meio milhão de visitantes por ano. Se você tem tempo e oportunidade, também deve tentar ver a iluminação do Shinjuku Terrace City, Smart Illumination Yokohama, ou a iluminação do edifício Tokyo Midtown, que é realizada tanto em ambientes internos como ao ar livre.



8. Final do inverno para a Maratona de Tóquio

A Maratona de Tóquio é uma das únicas seis grandes maratonas anuais, as outras são as de Nova York, Boston, Chicago, Berlim e Londres. Geralmente ocorre no final de fevereiro ou começo de março. Como é a única maratona importante a ser realizada na Ásia, a Maratona de Tóquio atrai grandes multidões e diversos competidores. Foi realizada pela primeira vez em 2007 e foi elevada ao status de maratona mundial em 2012, quando se juntou ao Abbott World Marathon Majors. A Maratona de Tóquio é uma corrida em formato de campeonato que inclui uma mistura eclética de maratonistas de elite e corredores amadores que querem se divertir. Dos mais de 300.000 corredores anuais, apenas 35.500 são inscritos.

A Maratona de Tóquio começa no Tokyo Metropolitan Government Building e termina na Estação de Tóquio. O percurso da maratona passa por algumas das áreas mais populares de Tóquio, incluindo Ginza, Parque Hibiya, Shinagawa e Asakusa. Espectadores alinham-se nas ruas para animar e saudar os corredores à medida que passam, e os corredores proporcionam amplo entretenimento, não apenas com seu desempenho, mas também com algumas das melhores fantasias de maratona ao redor do mundo. Alguns corredores saem vestidos como personagens de desenhos animados e super-heróis, enquanto outros se vestem com trajes ninjas e até mesmo em drag. A atmosfera é competitiva, mas também maluca e maravilhosa, tudo ao mesmo tempo.


Agora vem a parte bom!





72 visualizações0 comentário

Комментарии